sexta-feira, julho 1, 2022
spot_img
HomeNotíciasDiferenças dos impactos que o vinho e a cerveja causam no nosso...

Diferenças dos impactos que o vinho e a cerveja causam no nosso corpo

Não é novidade que o álcool é o melhor amigo do brasileiro quando o assunto são festas e comemorações. O empresário Weber Micael da Silva comenta que, apesar do vinho ter ganhado mais notoriedade e ter sido mais consumido durante a pandemia, a cerveja continua sendo a queridinha no Brasil.

No entanto, se você gosta de beber, saiba que ambas as bebidas trazem tanto benefícios quanto malefícios ao nosso corpo, mas o vinho certamente ganha quando o assunto é fazer bem para a saúde. Desse modo, Weber Micael da Silva comenta que se você quer saber quais são os impactos que essas bebidas causam no corpo humano, não deixe de ler este artigo até o final.

  1. O vinho embriaga mais rapidamente que a cerveja

A primeira diferença dessas duas bebidas é que uma taça de vinho é capaz de causar a embriaguez de maneira mais rápida se comparada com um copo de cerveja. Desse modo, Weber Micael da Silva acredita que ao beber o tinto, é necessário ter mais cautela, para que o álcool não “suba” tão rapidamente.

  1. Você já ouviu falar na “barriga de chopp”?

Outra diferença entre a bebida derivada da cevada e a derivada da uva, é que  a primeira engorda mais que a segunda. Isso porque, de acordo com Weber Micael da Silva, o álcool em si já possui muitas calorias, desse modo, a cerveja tendo mais valor energético que o vinho, ganhar aquela barriguinha é muito fácil, principalmente se você bebe de maneira recorrente e constante.

  1. O vinho promove a pior ressaca

Outra diferença importante entre as duas bebidas é que o vinho promove uma ressaca pior se comparada à cerveja. Isso porque essa bebida possui uma substância chamada congêneres, a qual pode ser tóxica ao nosso organismo no mesmo passo em que dá à bebida um bom sabor e aroma. Sendo assim, quanto mais escura uma bebida, mais congêneres ela terá e, consequentemente, pior será a ressaca no dia seguinte se a mesma não for ingerida com moderação.

Sendo assim, Weber Micael da Silva conclui que, apesar de ambas as bebidas possuírem substâncias que fazem bem à saúde, o vinho é o melhor para rejuvenescer, diminuir o risco de doenças cardíacas e afins. Isso acontece pois é uma bebida que possui alto teor de polifenóis, que é um substância capaz de conter inflamações e radicais livres. Em suma, o vinho é, sim, mais saudável que a cerveja.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias