sexta-feira, maio 20, 2022
spot_img
HomeGamesTim Cook deve deixar Apple em 2025 após lançar “nova categoria de...

Tim Cook deve deixar Apple em 2025 após lançar “nova categoria de produto”

Há uma década no comando da Apple, Tim Cook deve se aposentar em 2025, quando termina o pagamento de 1 milhão de ações da empresa — algo em torno de US$ 153 milhões — para mantê-lo na companhia. De acordo com a Bloomberg, há rumores internos de que o CEO só quer ficar por perto até o lançamento de uma “nova categoria de produto”, que pode ser o óculos de realidade aumentada, previsto para ser lançado em 2025.

Tim Cook na Fortune CEO Iniciative 2018 (imagem: Stuart Isset/Fortune)
Tim Cook na Fortune CEO Iniciative 2018 (imagem: Stuart Isset/Fortune)

Sob comando de Cook, ações da Apple saltaram 1.000%

Em 2011, Tim Cook, então diretor executivo de operações de Steve Jobs, tinha a árdua missão de assumir a cadeira do chefe: foi Jobs que definiu a Apple ao mundo e esteve à frente dos principais lançamentos da marca, como a linha iPhone e iPad.

Mas o substituto de primeira vista ganhou espaço e desempenhou papel fundamental na expansão da Apple em hardware, com o Apple Watch e outros dispositivos ajustáveis, e em serviços, fatia da companhia que assume papel cada vez mais importante a cada resultado trimestral. Sem Tim Cook, a empresa não teria tido aumento de 1.000% no preço de seus papéis na Nasdaq.

Agora, de acordo com o jornalista Mark Gurman, da Bloomberg, há vários nomes de executivos cotados para assumir o manto de CEO da Apple. Isso porque Cook só quer ocupar o cargo até o próximo lançamento de uma “nova categoria de produto”, seja o óculos de realidade aumentada ou o carro inteligente sem volante e pedais — este último é um projeto ainda mais distante que o primeiro.

Possíveis substitutos para o CEO da Apple

Quem assumir as operações da Apple também terá controle de um verdadeiro império, em termos de mão de obra: a empresa tem mais de 100 mil funcionários ao redor do mundo. Alguns dos executivos cotados para assumir o cargo de Cook têm muito tempo de casa, como é o caso de Greg Joswiak, um dos principais aliados de Steve Jobs na construção da marca, e Deirdre O’Brien, há 30 anos na casa.

Confira a lista dos principais nomes e perfis dos executivos que podem assumir o cargo de chefe-executivo da Apple após a aposentadoria de Tim Cook, em 2025, segundo a Bloomberg:

  • Greg Joswiak: “Joz” é o apelido de Joswiak dentro da Apple, da qual é funcionário há mais de 20 anos. Joswiak é sem sombra de dúvidas uma das principais mentes por trás da bem-sucedida estratégia de marketing da empresa. Caso a Apple favoreça alguém que tem uma orientação voltada para produtos e tenha experiência, Joswiak pode ser o próximo CEO.
  • Craig Federighi: Foi o principal apresentador da WWDC 2021. Federighi vem fazendo um bom trabalho à frente da divisão de engenharia de software da Apple. Ele não deve sair do cargo para perseguir a vaga de Cook.
  • John Ginnandrea: É o mais recente membro a integrar o time de Tim Cook, deixando o Google em 2018. Ele é especialista em inteligência artificial e aprendizagem de máquinas, e vem assumindo projetos importantes da Apple, como o do carro autônomo.
  • Luca Maestri: Ele, que é diretor executivo de finanças da Apple, apresentou os resultados do 2º trimestre da empresa ao lado de Cook. No momento, Maestri também está indo bem em seu posto, e não deve deixá-lo se tornar CEO.
  • Deirdre O’Brien: Funcionária de carreira da Apple, O’Brien é chefe do setor de RH da Apple, que vem enfrentando dificuldades para convencer empregados a voltarem ao trabalho presencial. Apesar do presente contexto, ela comandou o lançamento das primeiras lojas físicas da marca, e se tornou diretora de varejo em 2019.
  • Jeff Williams: É um dos favoritos para assumir o manto de Cook quando ele se aposentar. Já tem a confiança do atual chefe da Apple, sendo o responsável por toda a cadeia de suprimentos e diretor executivo de operações — cargo de Cook na “era Steve Jobs“. Ele também supervisiona a evolução do hardware e do software do Apple Watch diariamente.
Jeff Williams, um dos principais nomes para futuro CEO da Apple (Imagem: Apple/Divulgação)
  • Kate Adams: Principal advogada e consultora jurídica da Apple, Adams pode ser uma escolha surpreendente, já que tem pouco tempo de casa.
  • Eddy Cue: O jornalista da Bloomberg não acredita que Cue deve assumir como CEO da Apple. Como alguns executivos, ele desempenha um papel fundamental no setor de serviços da empresa, supervisionando a Apple TV+, o Fitness+ e o Apple News, e iCloud, dentre outros. Cue inclusive tem alguns nomes planejados para sucedê-lo dentro da companhia.
  • Sabih Khan: A fixação da Apple pelo braço de Operações da empresa pode beneficiar Sabih Khan. Ele é cotado para assumir a vaga de Tim Cook, logo atrás de Jeff Williams, veterano do mesmo setor. Mas é três anos mais novo que Williams, e pode ser uma aposta que tenha mais tempo de cargo.
  • Johny Srouji: O time de Srouji é vital para as operações da Apple na última década e pela inovação em produtos: a equipe supervisiona os chips do iPhone, iPad, Apple Watch, e mais recentemente o Mac. O executivo esteve por trás da terceira maior aquisição da história da companhia, quando a Apple comprou a divisão de modems da Intel por US$ 1 bilhão.
  • John Ternus: É o membro mais jovem do alto escalão da Apple. Ternus poderia ter uma longa permanência como CEO da empresa, caso assumisse o cargo. Ele é diretor de hardware há pouco mais de um ano, sendo responsável pelo iPhone, e Airpods — e do Mac e do iPad bem antes disso.

Tem alguma opinião sobre quem deve substituir Tim Cook como novo chefe da Apple? Vai lá nos comentários da Comunidade do Tecnoblog e coloque seu palpite.

Tim Cook deve deixar Apple em 2025 após lançar “nova categoria de produto”

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias