domingo, dezembro 5, 2021
spot_img
HomeGamesUsuários do Windows 11 cobram mudanças em TPM, barra de tarefas e...

Usuários do Windows 11 cobram mudanças em TPM, barra de tarefas e mais

O Windows 11 vai trazer novidades, como o visual renovado com o novo menu Iniciar. Ainda assim, as mudanças não estão agradando a todos: em uma área de feedbacks do software, usuários do sistema operacional estão cobrando da Microsoft alterações na barra de tarefas. Outro questionamento gira em torno da exigência do módulo TPM.

Novo menu Iniciar e barra de tarefas centralizada no Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft Design)

Novo menu Iniciar e barra de tarefas centralizada no Windows 11 (Imagem: Reprodução/Microsoft Design)

As solicitações partem de um compilado feito pelo BleepingComputer neste domingo (8) com os pedidos mais populares. Boa parte das requisições se concentra na barra de tarefas, que vem centralizada por padrão. É o caso do retorno da opção para mover a área para a parte superior ou laterais da tela, como acontece nas versões anteriores.

Outra solicitação é sobre o acesso ao Gerenciador de Tarefas ao clicar com o botão direito do mouse sobre a área. Nas versões anteriores, o usuário tem uma alternativa para abrir o recurso diretamente pela barra de tarefas, sem precisar recorrer sempre ao atalho de teclado. Mas, no Windows 11, a alternativa foi movida para outro lugar.

“Você pode clicar com o botão direito do mouse no botão do menu Iniciar para abrir rapidamente o Gerenciador de Tarefas”, disse a Microsoft em resposta ao pedido. “Além disso, você também pode pressionar Ctrl + Shift + Esc para abrir o Gerenciador de Tarefas diretamente”.

Menu de contexto ao clicar com o botão direito do mouse sobre a barra de tarefas do Windows 11 (Imagem: Reprodução/BleepingComputer)

Menu de contexto ao clicar com o botão direito do mouse sobre a barra de tarefas do Windows 11 (Imagem: Reprodução/BleepingComputer)

A lista ainda conta com outras solicitações relacionadas à barra de tarefas. Entre elas, está o retorno da configuração que impede a combinação de janelas de aplicativos em um único ícone nessa área, além da possibilidade de arrastar e soltar arquivos nas indicadores dos apps para abri-los ou transferi-los. Os usuários também pedem uma opção para desativar a seção “Recomendado” do menu Iniciar.

Outro pedido relatado pelo site especializado se concentra ao retorno da visualização de eventos no menu dobrável do calendário do Windows 11, que agora aparece nos widgets. “O aplicativo PC Health Check deve listar os requisitos específicos que não foram atendidos se disser que meu PC não é elegível para o Windows 11”, diz outra solicitação. Os requerimentos estão disponíveis no Feedback Hub.

Módulo TPM (Imagem: Leandro Kovacs/Tecnoblog)

Módulo TPM (Imagem: Leandro Kovacs/Tecnoblog)

Windows 11: usuários questionam exigência do TPM

O TPM (Trusted Platform Module) é um módulo projetado para oferecer mais segurança e privacidade. Com a chegada do sistema operacional, a Microsoft anunciou que a presença do componente nos computadores será obrigatória para que o Windows 11 seja instalado. Mas esta não é a única exigência que gira em torno do chip.

Há outros requisitos além da presença do módulo. Para o Windows 11, a Microsoft também pede que o componente esteja na versão 2.0, que geralmente é encontrado em hardwares mais recentes. Em outras palavras: caso o computador tenha a peça na versão 1.2 ou anterior, mesmo assim, a atualização não será liberada.

Não à toa, a medida se tornou alvo de críticas desde o anúncio do Windows 11, no fim de junho. É o caso de quem possui um PC com capacidade para executar o sucessor do Windows 10, mas que não poderá atualizá-lo devido à ausência do componente. “Remova o requisito do TPM para determinar a elegibilidade do Windows 11”, diz a solicitação. No domingo (8), o pedido tinha 6.690 votos no centro de feedbacks.

Em resposta, a Microsoft agradeceu a participação dos usuários, mas não informou se irá flexibilizar a exigência. A companhia também deixou um link para o seu blog, onde lista informações sobre os motivos da mudança. Segundo a publicação (microsoft.com), a obrigatoriedade chega para oferecer mais segurança aos usuários do Windows 11.

Com informações: BleepingComputer

Usuários do Windows 11 cobram mudanças em TPM, barra de tarefas e mais

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias