domingo, janeiro 16, 2022
spot_img
HomeGamesUnião Europeia vai propor lei para padronizar carregador de celular

União Europeia vai propor lei para padronizar carregador de celular

A União Europeia vai apresentar no mês que vem uma nova legislação para definir um padrão de carregador de celulares e outros eletrônicos nos 27 países do bloco. As informações são da Reuters, que cita uma fonte familiarizada com o assunto. O projeto ainda estaria em fase preliminar de redação. 

Cabos Lightning
Cabos Lightning (Imagem: Solen Feyissa/Unsplash)

Já faz algum tempo que o grupo de países quer definir um único tipo de carregador para todo o mercado. Em 2020, os legisladores do Parlamento Europeu aprovaram por grande margem uma medida para apenas um formato de conector ser permitido na região. No entanto, essa história vem de bem mais longe, lá de 2009, quando um acordo definiu o microUSB como padrão.

A agência de notícias cita um estudo feito pela Comissão Europeia que dizia que, em 2018, metade dos aparelhos vendidos no bloco vinham com conector USB micro-B (também conhecido simplesmente como microUSB); 29%, com USB-C; e 21%, com Lightning. Dá para imaginar que, desde então, o USB-C tomou um pouco dessa participação do microUSB — antes restrito a produtos mais caros, ele vem se popularizando em linhas intermediárias e de entrada.

Apple é principal opositora à padronização de carregadores

Um dos motivos apresentados pela União Europeia é a redução do lixo eletrônico. O bloco argumenta que, com um padrão comum a todos os aparelhos, mais cabos e carregadores poderiam ser reaproveitados.

A Apple é a maior crítica a esse projeto. Ela usa o mesmo argumento do lixo eletrônico: se iPhones forem forçados a mudar de conector, todos os seus cabos se tornarão inúteis com o passar dos anos, o que também vai gerar mais descartes. A empresa de Cupertino diz que mais de um bilhão de aparelhos Apple com conector Lightning já foram produzidos.

A companhia também argumenta que uma padronização por lei prejudicaria a inovação no setor e que o próprio mercado vem convergindo para o USB-C. Isso inclui produtos da própria Apple, como iPads, MacBooks e fones da marca Beats, como o Beats Flex.

Porém, há outras razões envolvidas. Como comentou em março o analista de mercado Ming-Chi Kuo, adotar o USB-C na linha iPhone poderia afetar o programa de licenciamento para acessórios MFi (Made for iPhone), impactando as receitas da companhia.

Com informações: Yahoo! Finance

União Europeia vai propor lei para padronizar carregador de celular

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias