terça-feira, dezembro 7, 2021
spot_img
HomeGamesTradução de fã para fã: os casos e acasos dos Advogados de...

Tradução de fã para fã: os casos e acasos dos Advogados de Primeira

Tradução de fã para fã: os casos e acasos dos Advogados de Primeira (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Devido à falta de acessibilidade em relação ao idioma, muitos games ótimos acabam passando despercebidos pelo grande público. Nos últimos anos, algumas desenvolvedoras e publicadoras — como Capcom, Ubisoft e Bandai Namco — têm se preocupado em localizar e até mesmo dublar seus jogos em português do Brasil, atraindo assim novos jogadores que não conseguem ou não querem ler em inglês.

O processo de localização, porém, não é simples, nem barato. Por isso, as franquias menos populares que não dão tanto retorno financeiro ficam sem versões em português. Esse é o caso de Ace Attorney, da Capcom: uma série de jogos de aventura no estilo point-and-click (apontar e clicar) carregada de textos, desde as falas dos personagens, até nas mecânicas de gameplay, como as evidências usadas para provar a inocência dos clientes.

Os brasileiros que ainda não conhecem a franquia podem ficar com receio de começar a jogar, por causa da enorme quantidade de textos em inglês. Para eliminar esse obstáculo, surgem as traduções de fãs, que costumam ser produzidas sem fins lucrativos por jogadores apaixonados. No caso de Ace Attorney, a equipe da Jacutem Sabão é a responsável por trazer as aventuras de Phoenix Wright (ou Fênix Veríssimo, na versão tupiniquim) ao Brasil, com o projeto Advogados de Primeira.

A famosa interjeição "Objection!" é traduzida para "Protesto!" em Advogados de Primeira (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)
A famosa interjeição “Objection!” é traduzida para “Protesto!” em Advogados de Primeira (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)

Advogados de Primeira nasceu em 2016, mas só começou a andar em 2017

Criado com o objetivo de localizar e adaptar a série Ace Attorney em português do Brasil, o projeto da Jacutem Sabão já traduziu toda a trilogia clássica da franquia — Advogados de Primeira: Fênix Veríssimo, Justiça para Todos e Casos e Acasos. A ideia existia em passos lentos desde 2016, mas só engatou de verdade em 2017, após o lançamento da primeira versão beta.

Em vez de só traduzir os textos de forma literal, a equipe da Jacutem Sabão se preocupa em adaptar não só a interface dos game e as falas dos personagens, como também seus nomes, vozes e todos os outros elementos gráficos que aparecem na tela, como placas e letreiros. Além disso, a equipe se esforça para incluir a nossa cultura dentro do game, garantindo aos brasileiros a mesma experiência que os americanos têm ao jogar em inglês, por exemplo.

Para produzir esses conteúdos, a equipe conta com mais de 50 pessoas, que são divididas em diferentes funções, como administradores, tradutores, designers, programadores e dubladores. Um dos atuais líderes do projeto, conhecido como Gamerulez (ou apenas GR), entrou na equipe em 2017 como um tradutor voluntário, porém ele logo assumiu responsabilidades de outros cargos para impulsionar a produção.

Toda a interface dos jogos da série Advogados de Primeira são adaptadas para português (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)
Toda a interface dos jogos da série Advogados de Primeira são adaptadas para português (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)

Ao Tecnoblog, Gamerulez disse ter conhecido tanto a série Ace Attorney quanto o primeiro projeto de tradução em 2009, numa época na qual a equipe era diferente e o nome Advogados de Primeira ainda nem era usado. Naquele tempo, GR estudava em um curso de inglês, mas ainda não entendia muito bem o idioma. Para facilitar a jogatina, ele procurou possíveis versões em português pela internet.

“Na época, já existia uma tradução, lançada em 2007 ou 2008, que era de uma versão antiga para celular, em Java, do primeiro caso do primeiro jogo. E o criador já havia feito a localização dos nomes dos personagens. Então quem é das antigas e fã da série provavelmente já conhecia o nome Fênix Veríssimo, que foi inspirado nessa ideia dele”, contou Gamerulez.

Essa tradução, no entanto, não vingou, e o projeto ficou congelado por muitos anos. Somente em 2016, uma nova equipe decidiu adaptar Ace Attorney novamente e criar a Jacutem Sabão. “Quando eu entrei, cerca de dois meses depois, a gente reestruturou tudo. Foi aí que começamos a fazer o processo de localização para valer”, afirmou o líder. Após esse pontapé inicial, o time iniciou a tradução da trilogia clássica.

Não só textos, como também gráficos são adaptados para português

No começo da Jacutem Sabão, a equipe não era tão grande quanto hoje em dia. Lá atrás, Gamerulez ficava responsável pela maior parte do processo criativo e da organização do grupo ao lado do designer Matheus “bMatSantos” Santos — um dos membros mais antigos do time. “Era basicamente eu e o bMatSantos. O que eu não conseguia fazer ou não tinha ideia, ele complementava com algum contraponto. Depois foram aparecendo mais pessoas, e uma vez ou outra um membro dava uma sugestão”, comentou GR.

Ao contrário de Gamerulez, que decidiu traduzir Ace Attorney porque gostava da franquia, bMatSantos não conhecia a série quando foi chamado para o projeto. Contudo, o designer pegou a trilogia para jogar e adorou logo de cara, o que o motivou a continuar com as traduções. Além disso, ele trabalha em paralelo com localizações de outras séries, como Super Mario e Deltarune, as quais podem ser vistas no canal dele no YouTube.

O passaporte usado como evidência em um dos casos ganhou o visual do documento brasileiro (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)
O passaporte usado como evidência em um dos casos ganhou o visual do documento brasileiro (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)

Formado em design digital, bMatSantos hoje lida com os gráficos mais complexos dos jogos, incluindo alterações em modelos em 3D. Além de ter os textos bem traduzidos, os games de Advogados de Primeira também trazem elementos visuais adaptados. Em um dos casos, por exemplo, um passaporte é apresentado como evidência. Na versão original japonesa o documento é vermelho, enquanto na americana é usado o passaporte dos EUA. Já na edição em português o passaporte foi trocado pelo brasileiro.

Mesmo ficando mais com a parte dos gráficos, bMatSantos também contribui com a localização da série. Para ele, um jogo bem traduzido em português tem muito mais chance de se conectar com a cultura e com as pessoas do Brasil. O designer explicou ao Tecnoblog que “Ace Attorney é um caso específico no qual a ideia do criador sempre foi aproximar a história de quem jogava, então quando as pessoas jogam com uma cultura que elas não conhecem, se perde muita coisa”.

Localizar um jogo é muito mais importante do que só traduzir os textos

A série Ace Attorney é conhecida pelos diversos trocadilhos e jogos de palavras relacionados às suas culturas de origem. Por isso, para chegar ao resultado visto em Advogados de Primeira toda a equipe participa do processo de tradução. As melhores sugestões de termos, locais e nomes adaptados para a cultura brasileira são selecionadas por meio de uma votação interna no servidor do Discord da Jacutem Sabão.

O nome de Fênix Veríssimo faz referência ao escritor brasileiro Luis Fernando Verissimo (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)
O nome de Fênix Veríssimo faz referência ao escritor brasileiro Luis Fernando Verissimo (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)

Para Gustavo Alves, um dos tradutores da equipe, adaptar os termos para a nossa cultura é a parte mais difícil no processo de tradução, mas também é a mais divertida. “Até a idade dos personagens altera o modo que eles falam e as gírias que eles usam. A gente também leva em consideração onde o personagem nasceu, porque fazemos a adaptação nos scripts”, explicou Gustavo, que também destacou a importância de fazer uma boa localização.

“Eu ressalto que, mesmo que a tradução seja importante, uma localização bem-feita é muito mais. Quando um jogo é mal traduzido, ele acaba perdendo parte da alma, e como cada game segue uma visão artística, quando a tradução é feita de qualquer jeito não fica atraente. É como se o jogo ficasse sem vida. Localizar é um trabalho que exige não só habilidade em inglês, como também conhecimento da franquia e uma boa direção. Se não tiver uma dessas coisas, vai dar errado. Mesmo se a pessoa tiver conhecimento e for habilidosa, a direção pode acabar com tudo”.

Gustavo Alves.

Entre as adaptações mais emblemáticas de Advogados de Primeira estão os nomes dos personagens, que são bem carregados com trocadilhos. Por exemplo, o advogado protagonista Phoenix Wright virou Fênix Veríssimo — Fênix, em referência ao pássaro mitológico de bom coração que “renasce das cinzas”, numa alusão às reviravoltas do personagem nos tribunais; e Veríssimo, que vem do termo verossímil e ainda faz menção ao escritor brasileiro Luis Fernando Verissimo.

Outro personagem icônico é o rival de Phoenix, o promotor Miles Edgeworth, cujo nome muda para Eduardo Spada na versão brasileira. Eduardo significa “guardião ou protetor da riqueza”, em referência ao dever do promotor de proteger a sociedade dos criminosos. Já Spada faz o mesmo trocadilho do sobrenome em inglês, que pode ser traduzido como “afiado”, e representa a personalidade esperta e impiedosa do personagem. O nome também homenageia Maurício Spada, o falecido filho do desenhista Maurício de Souza.

Também vale explicar o próprio nome do projeto. Jacutem Sabão é nada mais que o aportuguesamento do título original da franquia em japonês: Gyakuten Saiban.

O clássico meme natalino da série também foi adaptado em Advogados de Primeira (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)
O clássico meme natalino da série também foi adaptado em Advogados de Primeira (Imagem: Murilo Tunholi/Tecnoblog)

Mesmo sendo um projeto de fãs sem fins lucrativos, a equipe da Jacutem Sabão espera que as traduções tornem a franquia cada vez mais popular e acessível. Ace Attorney é uma série complicada quando o assunto é localização, pois até as versões oficiais em inglês demoram para ser lançadas, ou nunca chegam — como é o caso de Ace Attorney Investigations 2, que saiu para Nintendo DS, em 2011, no Japão, e até hoje não ganhou uma edição ocidental.

Outro exemplo é o título mais recente, The Great Ace Attorney Chronicles, estreado em 27 de julho de 2021 no Nintendo Switch, PS4 e PC. Essa coletânea traz dois títulos originais do Nintendo 3DS: The Great Ace Attorney: Adventures e The Great Ace Attorney 2: Resolve, lançados no Japão em 2015 e 2017, respectivamente. Ou seja, não é raro ver os fãs da franquia aguardando durante anos por uma tradução oficial.

“É importante ter uma localização para atrair públicos novos para a franquia. Ace Attorney é uma série de nicho, porque antes de tudo é preciso saber inglês, o que já exclui algumas pessoas. Depois disso você ainda tem que gostar do gênero de aventura e visual novel, que é menos gente ainda. Então quanto mais acessível for o game, mais pessoas vão jogar, aumentando a popularidade da franquia. Isso pode influenciar até mesmo decisões da própria Capcom”, disse Gustavo.

The Great Ace Attorney Chronicles chegará ao ocidente (Imagem: Divulgação/Capcom)
The Great Ace Attorney Chronicles (Imagem: Divulgação/Capcom)

Para o futuro próximo, a Jacutem Sabão está trabalhando nas traduções de Advogados de Primeira 4: Apolo Justo e Promotores de Primeira: Eduardo Spada. Sobre a localização de The Great Ace Attorney, Gamerulez revelou que a equipe já está se mobilizando, mas ainda não há uma previsão de lançamento. Por mais que o processo pareça simples, já que são apenas dois jogos, a adaptação dos games de Nintendo Switch é uma das mais difíceis.

Os dois títulos da coletânea são carregados de dialetos arcaicos, além de contextos históricos e políticos muito específicos. Protagonizado por Ryunosuke Naruhodo, antepassado japonês de Phoenix Wright, o enredo se passa no final do século XIX, tanto no Japão da Era Meiji quanto na Inglaterra vitoriana. Nesse caso, é muito mais complicado incluir a cultura brasileira na história sem quebrar a imersão.

“A tradução que veio pela Capcom traz um texto mais imersivo, com dialetos britânicos e japoneses da época. É uma tradução que até fluentes em inglês não vão reconhecer todas as palavras de primeira. Então isso exige um trabalho diferente do que a gente faz nos outros jogos. Eu costumo dizer que a gente tem que fazer a localização que é possível. Tanto que você não consegue localizar, por exemplo, um filme no mundo real. Se o filme se passa em Nova York, com imagens de cidade, é difícil mudar isso para parecer que a filmagem foi no Brasil. Normalmente esse tipo de localização pesada funciona mais em jogos, mas ainda tem que entender o contexto”.

Gamerulez, líder da Jacutem Sabão.

Para acompanhar o andamento das localizações de Ace Attorney, é só ficar de olho no site da Jacutem Sabão. Lá também é possível encontrar os patches e os tutoriais para instalar as traduções nos jogos de Nintendo DS, 3DS e PC (Steam).

Tradução de fã para fã: os casos e acasos dos Advogados de Primeira

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias