segunda-feira, novembro 29, 2021
spot_img
HomeGamesStreamers gringos boicotam Twitch após inércia em casos de assédio

Streamers gringos boicotam Twitch após inércia em casos de assédio

Um novo boicote contra a Twitch surgiu mas agora fora do Brasil. O movimento “#AdayOffTwitch” quer chamar a atenção para problemas de assédio que acontecem em canais no exterior, enquanto a plataforma não faz quase nada a respeito para coibir. A ideia é que nenhuma transmissão no site ou aplicativo seja realizada em 1 de setembro, especialmente em território norte-americano.

Streamers nos EUA também promovem boicote contra Twitch (Imagem: Reprodução/Kotaku)
Streamers nos EUA também promovem boicote contra Twitch (Imagem: Reprodução/Kotaku)

As reclamações dos gringos, porém, não têm relação com o novo sistema de monetização que foi imposto em vários países. A ideia aqui é contestar a posição da Twitch frente a discurso de ódio e ataques misóginos, contra mulheres, realizados na plataforma.

Um dos principais pontos de reclamação são as “raids de ódio”. A “raid” é uma ação da Twitch que faz com que os espectadores de um canal sejam automaticamente lançados em outro. Assim, pessoas extremistas têm lançado seus públicos contra mulheres e minorias que usam o site para transmitir jogos e bate-papos.

Um relato publicado no The Washington Post aponta que os casos de “raids de ódio” têm aumentado cada vez mais, chegando a números absurdos nas últimas semanas. A publicação informa ainda que elas foram motivadas pela nova lista de palavras banidas instituídas pelo serviço, incluindo algumas relacionadas a gênero, etnia, nacionalidade e mais.

Os reclamantes informam que as medidas da Twitch não têm sido suficientes para combater as práticas de assédio e que, por isso, muita gente vai ficar um dia inteiro sem usar suas ferramentas.

O movimento tem sido convocado especialmente pela streamers Raven:

Streamers também reclamam de dinheiro

Ainda que não seja o principal motivo, alguns streamers norte-americanos também reclamaram da porcentagem de dinheiro que fica com a plataforma, a cada novo inscrito ou doação de Bits, um dos “dinheiros virtuais” da Twitch.

Motivo parecido levou streamers brasileiros à organização do Apagão da Twitch, que é realizado nesta segunda-feira, 23 de agosto. O objetivo é não transmitir ou assistir nada durante 24 horas, para promover uma redução de audiência do site e chamar a atenção da direção.

A aderência não parece ter sido nem perto do total, porém. No momento em que este texto é redigido há vários canais transmitindo jogos e programas normalmente, entre eles grandes nomes como Alanzoka e Patriota.

Com informações: Kotaku.

Streamers gringos boicotam Twitch após inércia em casos de assédio

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias