segunda-feira, setembro 20, 2021
Home Games Nintendo processa artista que desenha guias de Metroid e Zelda à mão

Nintendo processa artista que desenha guias de Metroid e Zelda à mão

Os advogados da Nintendo estão ocupados caçando conteúdos não oficiais que usam jogos da empresa. Processado pela desenvolvedora, o artista Philip Summers estava criando detonados para os primeiros títulos das séries Metroid, Legend of Zelda, Ninja Gaiden e Contra, com belas ilustrações desenhadas à mão. No Kickstarter, o projeto tinha arrecadado US$ 300 mil (cerca de R$ 1,5 milhão), antes de ser cancelado.

Metroid teria um Detonado Desenhado à Mão, criado por Philip Summers (Imagem: Divulgação/Philip Summers)

Desde 2018, Summers trabalhava em guias ilustrados — não oficiais — para as quatro franquias, chamados de “Detonados Desenhados à Mão”. A ideia do artista era fazer com que os jogadores voltassem ao passado, recriando a sensação de folear detonados para passar de fase e encontrar segredos. Esses livros eram ainda mais especiais, pois contavam com as belíssimas ilustrações desenhadas à mão por Summers.

Os guias ilustrados logo fizeram sucesso no Kickstarter, chamando a atenção não só dos jogadores interessados em comprar os livros, como também da Nintendo, que não ficou feliz ao ver uma pessoa lucrando com usas propriedades intelectuais. No último sábado (4), Summers anunciou o fim do projeto com a seguinte frase:

“Esta noite eu cancelei o Kickstarter dos Detonados Desenhados à Mão. Sim, pelo exato motivo que vocês estão pensando. Eu esperava poder lidar com qualquer problema legal, mas infelizmente não fui capaz de fazer isso. O projeto acabou para sempre? Não sei ainda. Vou descobrir nos próximos dias”.

Philip Summers, criador dos Detonados Desenhados à Mão.

Arte do detonado de Metroid, desenhada por Philip Summers (Imagem: Divulgação/Philip Summers)

Criador dos detonados sabia dos riscos do projeto

Mesmo desapontado, Summers sabia dos riscos ao comercializar os guias. Além das dificuldades de produzir os detonados em massa e enviar para todo o mundo, existia a chance da Nintendo implicar com a venda dos livros — e foi o que aconteceu. Após ter o projeto cancelado, o artista aproveitou o anúncio para agradecer aos apoiadores.

“O que eu sei é que este último mês foi incrível. Todos vocês se uniram de maneiras que eu não pensei que fossem possíveis. Foi uma viagem incrível e não importa o que aconteça, sempre serei grato por isso. Sempre soube que fazer isso era arriscado, mas observei como outros livros semelhantes lidaram com esse tipo de problema e tentei o meu melhor para aprender com eles”.

Philip Summers, criador dos Detonados Desenhados à Mão.

O projeto dos Detonados Desenhados à Mão incluiria edições de Metroid, Legend of Zelda e Contra com Ninja Gaiden (Imagem: Divulgação/Philip Summers)

Vale destacar que os Detonados Desenhados à Mão tinham apenas ilustrações autorais de Summers. Os três guias seriam lançados em fevereiro de 2022 e estavam sendo vendidos por US$ 25 (R$ 130). Nos próximos dias, os usuários que colaboraram com o projeto serão reembolsados pelo Kickstarter.

Essa não é a primeira vez que a Nintendo encerra projetos interessantes criados por fãs das franquias da desenvolvedora. Inclusive, a fixação da Big N em processar artistas e modders até já virou piada entre a comunidade gamer. É uma pena saber que os detonados com as artes de Summers não vão chegar às prateleiras dos jogadores.

Com informações: Kotaku.

Nintendo processa artista que desenha guias de Metroid e Zelda à mão

- Advertisment -

Ultimas Notícias