terça-feira, dezembro 7, 2021
spot_img
HomeGamesiPhone 13: Apple deve “atrasar” Touch ID sob a tela que iria...

iPhone 13: Apple deve “atrasar” Touch ID sob a tela que iria chegar em 2021

O leitor de digitais sob a tela é uma das principais apostas para o iPhone 13. O recurso possibilitaria o desbloqueio dos celulares da Apple através de biometria pelo display, assim como acontece no Samsung Galaxy S21. Mas, segundo Mark Gurman, da Bloomberg, neste domingo (22), a volta do Touch ID pode não acontecer neste ano.

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)
iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

As informações reveladas na newsletter Power On mudam o rumo das expectativas sobre telefone. No começo do ano, informações de bastidores indicavam que os sucessores do iPhone 12 sairiam da caixa com o Touch ID novamente. A função também receberia um incremento: em vez de ser posicionado no botão Home, como aconteceu até o iPhone 8 e no iPhone SE (2020), o sensor seria levado para atrás da tela. 

A mudança traria mais uma opção para desbloquear o iPhone que, nas gerações atuais, possui apenas o sistema de reconhecimento facial. Gurman, no entanto, diz que o recurso pode não vir a público neste ano. Em outras palavras: o iPhone 13 deve permanecer apenas com o Face ID, como nos smartphones lançados desde o iPhone X.

A publicação ainda aponta para duas possibilidades aos futuros smartphones da marca. No primeiro caso, as opções menos caras dos celulares continuariam com o notch, enquanto o Face ID seria levado para atrás da tela nos modelos mais caros. No segundo cenário, as edições mais simples ficariam com o Touch ID enquanto os mais avançados permaneceriam com o sistema de reconhecimento facial.

Ainda não se sabe quando a Apple lançará o primeiro iPhone com Touch ID sob a tela.

Mac Mini com Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)
Mac Mini com Apple M1 (Imagem: Divulgação/Apple)

Mac Mini pode ser atualizado com Apple M1X e mais portas

A newsletter ainda tratou sobre o futuro do Mac Mini neste domingo (22). Para Gurman, o computador deve ganhar uma nova edição “nos próximos meses” com especificações de ponta. Espera-se que o lançamento chegue às lojas com o processador Apple M1X, uma opção mais encorpada do Apple M1, que é encontrado dentro dos Macs atuais.

Além do processador, o computador deve ganhar um novo visual e trazer mais portas. No modelo atual, o consumidor conta com uma entrada para fones de ouvido (3,5 mm), para cabo de rede e outra para HDMI 2.0. Além disso, há dois conectores em formato USB-A e mais dois USB-C, que funcionam como Thunderbolt e USB 4.

O relato dá eco às informações reveladas pela Bloomberg em maio. Na época, Gurman disse que o Mac Mini iria ganhar uma atualização com um processador mais potente, o mesmo do futuro MacBook Pro, que também deve chegar em breve. Outra aposta ficaria pela presença de mais conectores na nova geração do computador da marca. 

Com informações: 9to5Mac (1 e 2) e Bloomberg

iPhone 13: Apple deve “atrasar” Touch ID sob a tela que iria chegar em 2021

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias