segunda-feira, junho 14, 2021
Home Games Xiaomi Redmi Note 10 5G e Poco M3 Pro são homologados pela...

Xiaomi Redmi Note 10 5G e Poco M3 Pro são homologados pela Anatel

A Xiaomi tem mais dois modelos de smartphones homologados pela Anatel: o Poco M3 Pro 5G e o Redmi Note 10 5G, que trazem a mesma ficha técnica sob a marca de subsidiárias diferentes. Com a homologação, os celulares já podem ser vendidos no Brasil. A solicitante é a distribuidora oficial da fabricante chinesa, a DL Eletrônicos.

Redmi Note 10 5G (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

Redmi Note 10 5G (Imagem: Reprodução/Xiaomi)

O Poco M3 Pro 5G foi lançado no mercado internacional em maio, como um rebranding do Redmi Note 10 5G. Isto é, ele tem os mesmos componentes de hardware, mas sob a roupagem da subsidiária Poco.

Os aparelhos são tão idênticos que o certificado de conformidade técnica obtido pelo Tecnoblog junto à Anatel traz os dois modelos em um mesmo documento, M2103K19PG e M2103K19G.

Certificado de conformidade técnica do Redmi Note 10 5G/Poco M3 Pro (Imagem: Reprodução/Anatel)

Certificado de conformidade técnica do Redmi Note 10 5G/Poco M3 Pro (Imagem: Reprodução/Anatel)

O Redmi Note 5G e o Poco M3 Pro têm tela Full HD+ de 6,5 polegadas com tecnologia IPS LCD e taxa de atualização de 90 Hz, e se diferenciam pelo acabamento na parte traseira, especialmente na moldura para câmeras.

O coração de ambos os telefones é o processador Dimensity 700 5G, da MediaTek, fabricado em processo de 7 nanômetros. O chip trabalha em conjunto com memória RAM de 4 GB, 6 GB ou 8 GB, a depender do modelo. Ainda não há informações sobre quais configurações de memória chegarão ao Brasil.

Poco M3 Pro 5G (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Poco M3 Pro 5G (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Quanto ao armazenamento, o Poco M3 Pro tem versões com 64 GB ou 128 GB, enquanto o Redmi Note 10 5G pode ser encontrado em variantes de 64 GB, 128 GB ou 256 GB.

O conjunto de câmeras traseiras traz sensor principal de 48 megapixels e mais duas lentes auxiliares para fotos macro e modo retrato, cada uma com um sensor de 2 MP (f/2,4). Na frente, são modestos 8 MP para selfies.

Completa a ficha técnica a bateria de 5.000 mAh, com carregamento rápido de 18 W.

Preço e disponibilidade: Redmi Note 10 5G e Poco M3 Pro

Apesar de ter recebido a aprovação da Anatel, ainda não há informações sobre quando a Xiaomi planeja lançar os novos telefones no Brasil – e nem se os dois modelos serão vendidos com nomes diferentes por aqui. Logo, ainda não se sabe qual será o preço dos smartphones no país.

A marca já anunciou diversos telefones Poco e da linha Redmi Note 10 nos últimos meses, então o que nos resta é aguardar até que mais membros comecem a chegar ao portfólio da empresa no mercado nacional.

Colaborou: Everton Favretto.

Xiaomi Redmi Note 10 5G e Poco M3 Pro são homologados pela Anatel

- Advertisment -

Ultimas Notícias