sexta-feira, junho 18, 2021
Home Games Xiaomi adota novo logo ao inaugurar Mi Home de nº 5.000 na...

Xiaomi adota novo logo ao inaugurar Mi Home de nº 5.000 na China

A Xiaomi inaugurou no sábado (3) uma nova Mi Home na cidade de Shenyang, na China. A loja é a primeira a ser aberta já com o novo logo com cantos arredondados, apresentado na terça-feira (30) e representa uma marca expressiva para a empresa. Esta é a unidade de número 5.000 da rede de lojas da companhia.

Loja Mi Home em Shenyang, na China (Imagem: Reprodução)

Loja Mi Home em Shenyang, na China (Imagem: Reprodução)

Na nova Mi Home, os clientes poderão testar celulares lançados recentemente, como Mi 11 Pro, Mi 11 Ultra e Redmi K40 (também chamado de Poco F3). A Xiaomi também está oferecendo descontos aos clientes por conta do início das atividades da loja.

A rede de lojas físicas tem se tornado cada vez mais importantes na estratégia da empresa, com uma ampliação significativa nos últimos anos. Em 2017, eram 100 unidades na China. Em dezembro de 2020, a companhia havia alcançado 1.000 unidades. E, em menos de quatro meses, chegou à marca de 5.000 lojas.

Xiaomi foca no segmento premium

A Xiaomi apresentou um novo logo com uma pequena mudança em relação ao anterior. Em vez da marca com linhas retas, a empresa adotou uma com cantos arredondados. A cor laranja e o nome “Mi” permanecem inalterados. Segundo a companhia, um dos objetivos é identificar a empresa com o segmento premium.

Em nota, a Xiaomi explicou que, além do laranja, o novo logo será usado em preto e prata nos produtos mais caros. A empresa ainda não informou qual será o primeiro produto a adotar a nova identidade, mas ela já foi adotada em seu site e, agora, na nova loja na cidade de Shenyang.

O faturamento da Xiaomi em 2020 cresceu 19,4% em relação ao ano anterior e chegou a US$ 37,7 bilhões. Do total, US$ 23,3 bilhões vêm dos celulares, após um crescimento de 24,6% na divisão. Em todo o ano, a empresa vendeu 146,4 milhões de unidades. Em 2021, o objetivo da Xiaomi é vender 240 milhões de celulares. Caso alcance o objetivo, a empresa deverá superar a Huawei e assumir a segunda posição no ranking, ficando atrás apenas da Samsung.

Com informações: Gizmochina.

Xiaomi adota novo logo ao inaugurar Mi Home de nº 5.000 na China

- Advertisment -

Ultimas Notícias