sexta-feira, junho 18, 2021
Home Games Super Mario Bros. lacrado quebra recorde ao ser vendido por US$ 660...

Super Mario Bros. lacrado quebra recorde ao ser vendido por US$ 660 mil

Uma fita de Super Mario Bros. para o Nintendinho (ou NES) foi vendida em um leilão pela bagatela de US$ 660 mil, tornando-se o jogo mais caro do mundo já vendido. O valor corresponde ao cartucho lacrado em sua caixa preta original, praticamente da mesma forma como estava na loja logo depois de sair da fábrica onde foi montado e ganhou o plástico de proteção.

Fita de Super Mario Bros. é vendida por US$ 660 mil (Imagem: divulgação/Heritage Auctions)

Fita de Super Mario Bros. é vendida por US$ 660 mil (Imagem: divulgação/Heritage Auctions)

O leilão aconteceu no site Heritage Auctions e a fita de Super Mario Bros. estava com a nota 9.6 A+ na escala Wata. Traduzindo, isso garante um conteúdo lacrado em plástico sem muito espaço sobrando para dentro, sem muitas marcas ou qualquer furo, o papelão da embalagem quase não apresenta sinais de idade ou danos e todo o restante está em condição excepcional de conservação.

Outros detalhes para ajudar a elevar consideravelmente o preço final do cartucho ficam por conta do suporte em plástico intacto para deixar a caixa pendurada em ganchos do varejo, dentro da loja. Neste caso ele está dobrado para dentro, nunca foi utilizado de verdade. A idade da própria fita também ajuda, já que ela beira os 35 anos. Segundo o site de leilões, esta cópia de Super Mario Bros. é a mais antiga já apresentada pela empresa.

“Esta é apenas a quarta edição de Super Mario Bros. produzida, e sua janela de fabricação foi notavelmente curta. Para ajudar a ter uma ideia de quão curta foi essa janela, o lançamento nacional (nos Estados Unidos) do NES aconteceu no segundo semestre de 1986 e os cartuchos em caixa preta lançados neste período não continham “Game Pak NES-GP” no código”, comenta o site.

Este código só foi inserido nas fitas lançadas com o console naquele ano, antes de cada jogo receber seu código específico na embalagem, em 1987. Neste momento, o Game Pak NES-GP genérico foi substituído por um código sempre iniciado em “NES P” e seguido de outros dígitos. Para Super Mario Bros., o código na caixa é NES P SM.

Jogos sem qualquer um dos códigos fazem parte de uma distribuição prévia e mais veloz, antes mesmo da personalização da caixa. O game foi lançado junto do NES (assim como Super Mario World fez com o Super Nintendo), vendeu 40,2 milhões de cópias ao redor do mundo e foi o primeiro jogo com nome “Super Mario Bros.”.

Super Mario Bros. vende bem (e caro)

Essa não é a primeira vez que um dos personagens mais conhecidos do mundo dos games bate recorde para venda de um jogo extremamente caro e antigo. Em julho do ano passado, outra cópia lacrada de Super Mario Bros. foi vendida no mesmo site por US$ 114 mil – 5,7 vezes menos quando comparado ao cartucho deste artigo.

A culpada pelo valor mais baixo é justamente a conservação de todo o produto, que mesmo em ótimo estado e com a embalagem ainda lacrada desde que saiu da fábrica, ficou com nota 9,4 A+ na escala Wata. Poucos meses depois, em novembro, uma cópia lacrada de Super Mario Bros. 3 foi vendida por US$ 156 mil.

Não é comum pagar mais de meio milhão de dólares em uma fita, valor suficiente para uma pessoa comprar quatro carros Model X da Tesla, com terceiro motor incluso para maior potência, decoração branca no interior, pintura externa em cor vermelha, junto de espaço para sete pessoas e ainda adicionando a direção autônoma no pacote – cada um sai por US$ 143.490.

Eu converti a quantia para a nossa moeda no momento da publicação deste artigo e o valor, sem impostos de importação ou taxas, fica próximo de R$ 3,7 milhões.

Com informações: The Verge.

Super Mario Bros. lacrado quebra recorde ao ser vendido por US$ 660 mil

- Advertisment -

Ultimas Notícias