sexta-feira, junho 18, 2021
Home Games iPhone 12, 12 Pro e Pro Max são celulares mais vendidos do...

iPhone 12, 12 Pro e Pro Max são celulares mais vendidos do mundo em janeiro

A Apple e seus acionistas receberam um presente generoso da consultoria Counterpoint Research: os iPhones 12, 12 Pro e Pro Max fecharam janeiro de 2021 como os celulares mais vendidos em todo o planeta. A notícia também serve como reforço para a baixa popularidade do iPhone 12 Mini, já que ele aparece atrás de três aparelhos Android no mesmo ranking.

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

iPhone 12 Pro Max (Imagem: Paulo Higa/Tecnoblog)

Este cenário não é tão incomum assim para a Apple. Em maio de 2020, a marca da maçã viu o iPhone 11 aparecer no topo da lista para celulares mais vendidos durante o primeiro trimestre daquele ano, em um ranking divulgado pela consultoria Omdia. Nos últimos seis anos a empresa aparece dentro do primeiro ou segundo lugar neste tipo de placar.

Foi o que aconteceu com o iPhone XR, aparecendo no primeiro lugar da Counterpoint Research por quatro trimestres seguidos até o final de 2019.

Segundo a consultoria, as vendas somadas dos iPhones 12, 12 Pro e Pro Max contribuíram para 71% de todas as vendas da Apple em janeiro de 2021. A Counterpoint Research aponta o 5G como um dos responsáveis pelo ótimo desempenho, principalmente em operadoras. Estes são os primeiros aparelhos da empresa de Tim Cook com suporte para este tipo de conexão sem fios.

Este ponto do 5G foi tão importante para o resultado, ao ponto de ser responsável por quase um terço de todas as vendas do iPhone 12 acontecer apenas nos Estados Unidos, com ajuda de promoções em pacotes com planos com acesso à rede de quinta geração das operadoras locais.

Fechando a mensagem otimista para os acionistas da Apple, a empresa dominou o ranking dos 10 celulares mais vendidos no mundo, aparecendo no primeiro, segundo, terceiro, quarto, oitavo e décimo lugares. As posições mais distantes ficaram com o iPhone 12 Mini e o modelo mais simples da marca, o iPhone SE de 2020.

Ter outros fabricantes acima do iPhone 12 Mini e aparecer bem abaixo do iPhone 11, representando a geração anterior de smartphones da empresa, deixa claro o baixo interesse dos consumidores com o menor celular da Apple para a família mais recente de seus aparelhos.

Em fevereiro, alguns rumores já indicavam as vendas fracas e sugeriram até mesmo a possibilidade da Apple abandonar o modelo, interrompendo a produção e comercialização do iPhone 12 Mini. Pouco tempo depois outros boatos mudaram este rumo, indicando que a empresa da maçã não deve desistir deste aparelho.

Samsung e Xiaomi batem no iPhone com celulares baratos

Enquanto a Apple domina a lista com modelos potentes e nada baratos, o Android aparece em quatro das 10 posições, sendo duas para a Xiaomi e as outras com a Samsung. O curioso é a ausência de qualquer topo de linha com o sistema operacional móvel do Google. Todos os smartphones custam perto ou abaixo dos US$ 200 nos Estados Unidos, especialmente os dois celulares da marca chinesa.

Apenas os dois Redmi desta lista contribuíram para 25% de todas as vendas da Xiaomi para o mês de janeiro. Já a presença de dois modelos da linha Galaxy A é sinal de sucesso para o empenho da Samsung em promover seus intermediários em todo o planeta.

A lista de celulares mais vendidos durante janeiro de 2021 ficou assim:

  1. iPhone 12 (6%)
  2. iPhone 12 Pro Max (5%)
  3. iPhone 12 Pro (4%)
  4. iPhone 11 (2%)
  5. Redmi 9A (2%)
  6. Redmi 9 (1%)
  7. Galaxy A21S (1%)
  8. iPhone 12 Mini (1%)
  9. Galaxy A31 (1%)
  10. iPhone SE (2020) (1%)

Com informações: Counterpoint Research.

iPhone 12, 12 Pro e Pro Max são celulares mais vendidos do mundo em janeiro

- Advertisment -

Ultimas Notícias