terça-feira, dezembro 7, 2021
spot_img
HomeGamesExecutivo da Intel vaza Thunderbolt 5 por acidente em post no Twitter

Executivo da Intel vaza Thunderbolt 5 por acidente em post no Twitter

Um dos executivos da Intel acabou deixando vazar algumas informações sobre a quinta geração do Thunderbolt, durante sua viagem a uma das instalações da empresa, em Israel, no último domingo (1º). O vice-presidente executivo e gerente geral da empresa, Gregory Bryant, postou uma foto que mostrava os supostos recursos do Thunderbolt 5, como velocidade de transferência de até 80 Gb/s.

Thunderbolt (Imagem: Divulgação/Intel)

Thunderbolt (Imagem: Divulgação/Intel)

Logo após publicar as fotos, Bryant apagou o tweet e repostou outras três imagens em seguida. As fotos originais — salvas a tempo pelo AnandTech — mostravam o vice-presidente executivo ao lado de outros funcionários da empresa em diversas áreas dos laboratórios de pesquisa e desenvolvimento da Intel de Israel.

Em uma das imagens, Bryant aparecia visitando uma sala com um pôster na parede cujo texto dizia “80G PHY Technology”. Basicamente, o termo significa que a Intel pode estar trabalhando em uma tecnologia de camada física (PHY, de physical) para conexões de 80 Gb/s. Em relação à geração passada, isso é o dobro da velocidade do Thunderbolt 4, que roda a 40 Gb/s.

Ainda na mensagem do pôster, havia um trecho com a seguinte informação: “O USB 80G é projetado para suportar o ecossistema atual USB-C”. Em outras palavras, os planos da Intel seriam dobrar a largura de banda da conexão Thunderbolt 5 sem alterar o padrão USB-C já conhecido pelo mercado.

Gregory Bryant em laboratório de pesquisa sobre Thunderbolt 5 (Imagem: Reprodução/AnandTech)

Gregory Bryant em laboratório de pesquisa sobre Thunderbolt 5 (Imagem: Reprodução/AnandTech)

Thunderbolt 5 deve inovar com tecnologia PAM-3

Mais para frente, o texto falava da adição de uma “tecnologia inédita” ao Thunderbolt 5: “O PHY será baseado em uma tecnologia original de modulação PAM-3”. PAM significa “Pulse Amplitude Modulation” — ou Modulação por Amplitude de Pulso, em português — e é um formato de modulação de sinal multinível usado para transmitir dados.

Normalmente, conexões que envolvem transferência de dados são baseadas em NRZ (non-return-to-zero) ou PAM-4. Enquanto os sinais NRZ são binários — apenas 0 e 1 —, os sinais PAM-4 variam em dois bits — como 00, 01, 10 ou 11. Já o PAM-3 fica entre os dois padrões e usa os valores -1, 0 e +1.

Com isso, a Intel deve alcançar largura de banda maior de forma mais simples, sem as limitações que o PAM-4 requer para ser habilitado. O PAM-3 é bastante parecido com o NRZ, porém consegue ser mais eficiente.

No final, a mensagem ainda dizia que “… o chip de teste N6 com foco na nova tecnologia PHY está funcionando em […] mostrando resultados promissores”. Não foi possível ler o texto todo porque o funcionário da Intel que acompanhava Bryant tampou parte do pôster, mas é possível afirmar que os trabalhos no Thunderbolt 5 estão produzindo os resultados desejados pela empresa.

Com informações: Tom’s Hardware, AnandTech, XDA.

Executivo da Intel vaza Thunderbolt 5 por acidente em post no Twitter

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias