domingo, dezembro 5, 2021
spot_img
HomeGamesElon Musk minimizou COVID-19; agora, fábrica da Tesla exige uso de máscara

Elon Musk minimizou COVID-19; agora, fábrica da Tesla exige uso de máscara

Na contramão de medidas sanitárias para conter o avanço da COVID-19, em maio de 2020, quando não havia vacina contra o novo coronavírus, o CEO da Tesla, Elon Musk, reativou o funcionamento de sua fábrica em Fremont, na Califórnia. Agora, um ano e três meses depois, a fábrica de baterias da montadora, em Reno, no estado vizinho de Nevada, passou a exigir o uso obrigatório de máscaras para o trabalho presencial, inclusive entre funcionários vacinados.

Logo da montadora de carros autônomos Tesla (Imagem: Ivan Radic/Flickr)

Logo da montadora de carros autônomos Tesla (Imagem: Ivan Radic/Flickr)

Chefe da Tesla era crítico do distanciamento social

Em maio de 2020, Elon Musk avisou que reabriria a fábrica da Tesla em Fremont, no município de Alameda, na Califórnia, após três meses de paralisação; o mundo começou a restringir o contato social à medida em que a COVID-19 avançava em países como os EUA.

O CEO da montadora chegou a processar o município e ameaçou de realocar a planta para outro estado, um que tivesse restrições mais brandas contra a pandemia.

Elon Musk é crítico das medidas de distanciamento social, chegando a afirmar que elas estariam sendo impostas de forma “fascista”. O afrouxamento das normas em Fremont pode ter levado o bilionário a contrair o coronavírus em novembro, quando avisou que tinha testado positivo.

Tesla não exige vacinação obrigatória no retorno presencial

Por enquanto, a Tesla não seguiu outras empresas como Google, Facebook e Netflix — isto é, não restringiu o trabalho presencial somente para quem já está completamente vacinado contra a COVID-19. Nos EUA, os imunizantes são encontrados em abundância, e quem quiser pode se vacinar com duas doses ou dose única.

Mas quem optar pela volta do trabalho presencial na planta da fabricante de carros em Nevada deve usar máscara. A fábrica é responsável por produzir as baterias dos automóveis.

Funcionários disseram ao Wall Street Journal que a empresa estava endurecendo as regras de trabalho presencial devido à circulação da variante Delta da COVID-19. Recentemente, o Centro para Doenças Contagiosas (CDC), autoridade sanitária do governo dos EUA, publicou uma cartilha com recomendações para que pessoas vacinadas continuem usando máscaras dentro de espaços fechados.

Seguindo as novas orientações da CDC, a Amazon restabeleceu a regra de uso de máscaras para todos os empregados que trabalham em armazéns da companhia. A empresa confirmou que a medida segue a nova onda de casos da variante delta — predominantemente composta por aqueles que não se imunizaram.

Com informações: Engadget e Slash Gear 

Elon Musk minimizou COVID-19; agora, fábrica da Tesla exige uso de máscara

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias