segunda-feira, novembro 29, 2021
spot_img
HomeGamesBebedouro inteligente para gatos é aprovado na Anatel

Bebedouro inteligente para gatos é aprovado na Anatel

Quem tem gatos em casa pode contar em breve com mais uma opção para acompanhar a hidratação deles — e bem tecnológica, diga-se. O bebedouro Felaqua, da Sure Petcare, foi homologado pela Anatel. Ele se conecta ao microchip do seu animal e identifica quando ele está por perto, como forma de estimar quanta água ele tem bebido.

Gato em bebedouro Felaqua
Gato em bebedouro Felaqua (Imagem: Sure Petcare/Divulgação)

Manter gatos hidratados pode ser um problema: eles não são muito chegados a beber água. tanto que alguns precisam daquelas fontezinhas porque preferem água corrente. Por isso, os felinos costumam sofrer com problemas renais. Além disso, saber quanto líquido seu pet está bebendo é difícil, e identificar uma mudança nos padrões pode ser importante para acompanhar a saúde deles.

O Felaqua tenta resolver isso com design e tecnologia. Na parte de design, ele conta com um reservatório de água fresca e um potinho mais raso e parecido com uma poça, o que é mais atraente para os gatos. Na parte de tecnologia, o aparelho identifica cada gato cadastrado pelo microchip ou por uma coleira com sensor RFID, mostrando em um aplicativo quanto cada um bebeu no dia.

Bebedouro Felaqua e aplicativo
Bebedouro Felaqua e aplicativo (Imagem: Sure Petcare/Divulgação)

Porta e comedouro para pets também passaram na Anatel

O bebedouro da Sure Petcare não é o primeiro a passar pela homologação da Anatel. Em outubro de 2020, a agência aprovou a SureFlap, uma porta inteligente que só abre para gatos cadastrados — uma forma de evitar a entrada de animais estranhos na sua casa.

Gato passando por porta inteligente Sureflap
Gato passando por porta inteligente SureFlap (Imagem: Sure Petcare/Divulgação)

A marca também teve seu comedouro SureFeed Feeder Connect certificado em 2020. Ele é uma opção para quem tem cães e gatos no mesmo ambiente, ou mesmo animais em diferentes fases da vida ou com necessidades específicas de alimentação. O comedouro se conecta a um aplicativo. Ali, o tutor pode cadastrar o microchip ou a coleira de cada um e escolher para quem o comedouro vai abrir sua tampa. Assim, um não come a comida do outro.

Cachorro comendo no SureFeed Feeder Connect
Cachorro comendo no SureFeed Feeder Connect (Imagem: Sure Petcare/Divulgação)

Em todos os casos, a homologação foi feita a pedido da empresa E3Tech, de Sumaré (SP), especializada em representação comercial e certificação no Brasil. O processo é necessário porque esses produtos usam identificação por radiofrequência RFID, já que são ativados a partir da proximidade do microchip dos animais. Todos os aparelhos funcionam a base de pilhas, dispensando o uso de cabos e tomadas.

Cetificado de conformidade técnica do bebedouro Felaqua
Cetificado de conformidade técnica do bebedouro Felaqua (Imagem: Anatel/Reprodução)

No exterior, o Felaqua tem preço sugerido de US$ 100 (R$ 517, em conversão direta); as portas SureFlap custam a partir de US$ 140 (R$ 752); e o SureFeed Feeder custa a partir de US$ 150 (R$ 806). O Tecnoblog procurou a assessoria da MSD Saúde Animal, que é dona da Sure Petcare e tem presença no Brasil, mas ainda não há informações sobre lançamento desses produtos por aqui.

Colaborou: Everton Favretto

Bebedouro inteligente para gatos é aprovado na Anatel

- Advertisment -spot_img

Ultimas Notícias